1 de mai de 2015

Melissa Bite + wishlist de Melissas





  Olá, meninas! Como estão? Bom, sei que demos uma sumida e que começo de blog é bem difícil, meu mouse está com problemas então está bem ruim para usar, mas não desistimos do Femme Filles! Por isso estamos de volta e espero que gostem dos posts ;)
  Não sei se vocês sabem, mas eu sou APAIXONADA por Melissa, não tenho exatamente uma coleção ainda mas um dos meus sonhos é um dia ter uma sapateira cheia delas huahauauah
  Agora vou contar para vocês a minha história com a Melissa Bite.
  Quando ela foi lançada na coleção Eat My Melissa estava disponível em quatro cores:




   E quando eu vi pela primeira vez, óbvio, foi AMOR À PRIMEIRA VISTA! Então a Bite entrou para a minha lista de desejos e eu queria muuito a preta e branca BUT não pude comprar minha mãe ficou enrolando. Então um belo dia estava eu no Clube Melissa do Continental Shopping quando me deparo com duas novas cores: bege (nude) e vinho \o/



    Depois de um tempo eu finalmente comprei a Bite e acabei ficando com a bege (estava em dúvidas entre ela e a vinho, porque as duas são perfeitas).






    Ela é TOTALMENTE confortável, tem 13 cm de salto (sendo 3 cm de meia pata) e eu acabei escolhendo essa cor mesmo porque é bem fácil de combinar quem sabe depois não pego a vinho. Preço: R$190,00.
    E é claro que eu tenho ainda uma wishlist com as próximas Melissas que eu quero comprar (todas essas são da nova coleção, Star Walker):


  1- Stellar - R$290,00 - amor à primeira vista também! Tem gente que acha grosseira mas eu acho muito linda e tem que ser muito it pra usar huehue
  2- Lady Dragon + Cinderella - R$400,00 - nem preciso dizer nada, né?
  3- Ultragirl + J. Maskrey - R$600,00- SIM, SEISCENTOS REAIS porque é feita com cristais Swarovski, mas é muita perfeição pra uma sapatilha só! Já virou sonho de consumo...
  4- Queen - R$120,00 - essa sai bem mais em conta, mas não deixa de ser linda, né?

  Então é isso meninas, vou ficando por aqui, me falem o que vocês acharam da Bite e da minha wishist, espero que tenham gostado do post ;) Beijos!




28 de jan de 2015

Resenha do livro "A menina que roubava livros"




Créditos à imagem (aqui)

Título original: The Book Thief
Autor: Markus Zusak
Tradução: Vera Ribeiro
Editora: Intrínseca
Ano: 2007
Gênero: romance, drama
Páginas: 480

 "Quando a Morte conta uma história, você deve parar para ler"

 O livro começa com a apresentação da narradora, a Morte, que começa a contar a história de Liesel Meminger do seu ponto de vista. Tudo começa na Alemanha nazista, em 1939. O irmão de Liesel morre e o coveiro que o enterra deixa cair um livro (O Manual do Coveiro), primeiro de muitos que a menina roubaria. Sua mãe, comunista, a entrega para um casal que a adota por dinheiro. Hans Hubermann (seu novo pai) é bondoso e a ensina a ler e escrever. Sua mãe (Rosa Hubermann) é fria e agressiva, apesar de ter um coração bom. Logo ela conhece Rudy Steiner, seu vizinho e colega de classe, com quem vive aventuras e pratica vários roubos, inclusive à biblioteca do prefeito, onde encontra livros que a inspiram. Quando Max (um judeu cujo pai salvou a vida de Hans) aparece em sua casa, ela ajuda a esconder o rapaz ao mesmo tempo em que faz amizade com ele. 
  O livro começa de forma bem poética, com pensamentos e notas da própria Morte. A estruturação do texto, diferenciada, pode parecer estranha no começo, mas com o avançar da leitura isso se torna mais agradável e torna a história mais interessante ainda. A mistura de temas diferenciados, como a Segunda Guerra Mundial e a idolatria a Hitler na Alemanha nazista, a pobreza, o luto e a angústia causados pela morte de entes queridos e até mesmo a descoberta do amor, adicionam ao livro drama, diversão, romance e até mesmo um valor pedagógico, fazendo-nos ficar mais interessados na história da Segunda Guerra.
  Com certeza um dos melhores livros que já li, super recomendado!

"Odiei as palavras e as amei, e espero tê-las usado direito"


21 de dez de 2014

Minha wishlist de Natal

Starbucks☕️

  Olá, meninas! Bom, o Natal está aí, e com ele é claro, os tão esperados presentes :) Muitas vezes fazemos wishlists do que queremos ganhar (ou do que pretendemos juntar dinheiro para comprar, enfim) e eu, como sempre, fiz a minha wishlist. 


  1- Calça saruel de moletom
  2- Tênis Supra Vaider ~sonho de consumo~
  3- Jaqueta college
  4- Colar de penas <3
  5- Kimono com franjas
  6- Lita boot preta ~sonho de consumo~
  7- Short jeans com tachinhas
  8- Top cropped crochê 
  9- Keds Taylor Swift

  Enfim, não coloquei os preços porque não achei a maioria </3 Já estou juntando dinheiro pro Supra, assim que eu comprar PROMETO que faço um post ;)



13 de dez de 2014

3 livros que você não pode deixar de ler!

Me


Olá meninas!!
Hoje eu venho falar de um dos meus assuntos preferidos: LIVROS.
Eu sempre fico horas e mais horas nas livrarias olhando os lançamentos procurando algo que me agrade, e adoro receber dicas e sugestões de leitura, e é exatamente isso que eu venho fazer aqui hoje.
Se você é como eu, apaixonada por histórias com certeza tem que ter esses 3 livros na sua lista de desejados:



  • "Quem é você Alasca?"-John Green


"Se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela, um furacão.”




“Quando os adultos dizem: “Os adolescentes se acham invencíveis”, com aquele sorriso malicioso e idiota estampado na cara, eles não sabem o quanto estão certos"


Esse é sem sombra de duvidas um dos meus livros preferidos. É narrado por Miles Halter, um garoto que tem como hobby colecionar ultimas palavras, isso mesmo, ele gosta de ler biografias e encontrar as frases ditas nos últimos minutos de vida de pessoas famosas, escritores, soldados e diversas personalidades. Miles está cansado de sua vida parada e solitária, por isso decide ir para o colégio onde seu pai estudou em busca daquilo que o poeta François Rebelais chama de "O grande talvez". Lá ele conhece Alasca Young que roubará seu coração e Coronel, com quem desenvolve uma amizade logo de cara e juntos vão viver situações tipicas adolescentes.
  • "Apenas um dia"-Gayle Forman
"Ás vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos."
 A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida.

"O mundo inteiro é um palco, e todos os homens e mulheres, meros atores. Eles saem de cena e entram em cena, e cada um, a seu tempo, representa vários papéis"-William Shakespear, (Apenas um dia).


Esse é aquele tipo de livro que "prende" a gente sabe? que você começa a ler e não consegue mais parar. Conta a história de uma menina extremamente organizada e que tem a vida toda planejada. 
O livro começa quando Allyson está em uma viagem de intercambio que ganhou dos seus pais, porém diferente de sua melhor amiga Melanie e  todos os outros adolescentes que estão com ela, a garota não está aproveitando nem um pouco o que para muitos jovens é um sonho de consumo, conhecer vários países. Porém tudo muda quando ela conhece Adam, um jovem ator que é o oposto a ela, o mesmo a convida para uma viagem inesperada e curta de apenas um dia para Paris, levada pela animação do momento ela aceita, assim Allyson descobre que muitas vezes é nos perdendo que nos encontramos. 
  • "A extraordinária garota chamada Estrela"-Jerry Spinelli
"Ela me ensinou a me divertir.Ensinou-me a refletir.Ensinou-me a rir"


A garota chamada Estrela. Ela é tão mágica quanto o céu do deserto. É tão estranha quanto seu rato de estimação. É tão misteriosa quanto seu próprio nome. Com um simples sorriso, ela cativa totalmente o coração de Leo Borlock. Com sua alegria, ela incendeia uma revolução por liberdade e autenticidade no espírito de sua escola.
No começo, os colegas encantam-se com ela por tudo o que a faz ser diferente. Mas isso começa a mudar, e Leo, apaixonado e apreensivo, percebe que a única coisa que pode salvá-la das críticas é a mesma que pode destruí-la: ser alguém comum.                                                 Nesta celebração do inconformismo, o premiado Jerry Spinelli tece um conto tenso e comovente sobre os percalços da necessidade de ser popular e da emoção e inspiração do primeiro amor. "Pessoas -estrelas são raras.É pouco provável que você conheça outra."
Esse livro é incrível. Não é aquela história cheia de reviravoltas e de acontecimentos inusitados, mas é um livro que nos faz sentir gosto pela leitura. Os personagens são muito bem trabalhados e nos envolvem, principalmente Estrela e Leo. O livro conta a história de um colégio como qualquer outro, cheio de grupos e panelinhas mas tudo isso muda com a chegada de uma menina diferente de todas as outras: Estrela.                                           Logo de cara ela chama atenção por conta de seu jeito extravagante e esse estranhamento dos outros alunos só aumenta conforme vão a conhecendo melhor, Estrela é uma menina extremamente boa, gosta de ajudar os outros e se preocupa muito com as pessoas, só que essa bondade dela é extrema, é algo fora do normal. A principio todos gostam dela mas depois as pessoas vão se irritando com o fato de ela ser boa de verdade e começam a praticar maldades com a garota. 
A história é narrada por Léo Borlock, que se apaixona pela menina. Quando eu li a resenha desse livro em um blog gostei da história e já imaginava que seria um boa, mas na verdade minhas expectativas foram superadas, "A extraordinária garota chamada Estrela" é um livro excelente que nos faz refletir e nos mostra que todas as pessoas podem ser Estrelas, e que a bondade é a essência do ser humano. 
Espero que tenham gostado e se você já leu algum desses livros ou tem alguma dica de leitura é só deixar aqui nos comentários pois eu vou adorar ler. 

9 de dez de 2014

Estilo: boho chic!

Pin by ioLA on BoHeMio ✔ | Pinterest

  Olá meninas, eu sou a Camila e vou fazer postagens sobre moda, beleza, decoração e vários outros assuntos. Eu tinha um blog, já faz um tempinho, mas me desaminei de postar, enfim. Agora resolvi fazer esse novo blog com a minha amiga Manu, e estamos bem animadas. Ela vai fazer postagens sobre livros e resenhas, e também sobre assuntos variados.
 Bom, eu sou apaixonada por moda (quero ser estilista ou produtora) e adoro o estilo boho chic (também conhecido como bohemian ou gipsy).
 O estilo boho chic é uma mistura de vários outro estilos (como o hippie, folk e o country) e é composto de vários tipos de franjas, saias longas, vestidos, roupas leves e estampadas, chapéus, penas, plumas e até tops cropped. Vejam estas imagens (Pinterest):


  Vestidos estampados são combinados com botas para formar visuais incríveis!
  Aposte também em chapéus e colares grandes.


  O estilo bohemian conta com vários tipos de acessórios, incluindo bolsas, colares e muitos anéis e pulseiras. Use sem medo de arriscar!


  Use saias com ankle boots para um estilo boho mais rocker, ou vestidos delicados com salto alto para um estilo mais romântico. Aposte também em coroas de flores!

  It girl: Vanessa Hudgens
  Uma das famosas que aposta nessa tendência é a Vanessa Hudgens, os looks dela são lindos! Sempre adorei o estilo dela haha

  Sweet crochet crop top & sheer skirt. For MORE sexy boho chic fashion & Bohemian modern hippie trends FOLLOW http://www.pinterest.com/happygolicky/the-best-boho-chic-fashion-bohemian-jewelry-gypsy-/

  i have this looooove it

  pants.

  VANESSA HUDGENS' PEASANT SKIRT photo | Vanessa Hudgens

  Por hoje é só, vou ficando por aqui... Me digam, o que acham desse estilo?